Regra sobre a missão dos mestres espirituais

O empregado porem sugeriu: Olha, na cidade vizinha há um homem (…) muito famoso.Tudo o que ele diz, acontece de facto. Vamos até lá. Quem sabe? Talvez ele nos possa orientar sobre o caminho que devemos de seguir
I Sm 9, 6

 

Nestes versos, verifica-se que Saul se encontra num momento complicado da sua vida, sem saber o que fazer. Perante o problema, o empregado de Saul sugere-lhe que visitem um vidente que os ajude a encontrar solução para o problema.
A passagem demonstra que a função do profeta e do mestre espiritual é dar orientação quanto aos caminhos a seguir, de forma a que se possam conquistar os objectivos que se desejam.
Quando queremos ir para algum lugar, mas estamos perdidos, há que procurar quem nos indique o caminho certo, o caminho que nos leve a esse destino a que desejamos chegar.
O mesmo se passa quando desejamos algo na vida: por vezes parece que tudo está perdido e é impossível obter aquilo que se quer; no entanto, se alguém nos indicar o caminho certo para conquistarmos o que queremos, poderemos lá chegar com sucesso, ao invés de andarmos perdidos.
Um mestre espiritual não faz cair do céu os desejos de quem sofre, ele antes faz abrir os caminhos para que esses desejos se cumpram. Quem procura um mestre, não deverá pensar que vai ficar de braço cruzado esperando que a solução lhe bata á porta; Antes deverá procurar no mestre a orientação e as revelações que indiquem os caminhos certos a percorrer para que se conquiste a solução de um problema.

publicado por adm às 20:17